fechar

Mãos em Cena

Mãos em CenaUsina da Dança

Famílias participam da montagem de o Pequeno Príncipe, durante as reuniões do Projeto Mãos em Cena

Projeto Mãos em Cena
Projeto Mãos em Cena
Projeto Mãos em Cena
Projeto Mãos em Cena
Projeto Mãos em Cena

Durante o mês de outubro, o Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM, promoverá encontros do Projeto Mãos em Cena em todas as cidades sede da Usina da Dança, dando continuidade às atividades do Projeto, iniciadas no mês de agosto.

O Mãos em Cena visa à inclusão e a participação da família no processo de construção das atividades desenvolvidas junto com as crianças e adolescentes, na produção e execução da montagem dos cenários, adereços, e obras artísticas relacionadas ao espetáculo O Pequeno Príncipe, envolvendo o tema trabalhado durante o ano.

“A construção coletiva, de caráter colaborativo será uma oportunidade para materializar a transformação das relações familiares, buscando novas estruturas e atitudes, oferecendo oportunidades educativas, de convivência e de interações, através do fazer criativo, inteligente e articulado entre a organização, a família e a criança.”, esclarece a coordenadora artística da Usina da Dança, Valeria Pazeto.

Para Valeria, “a construção coletiva , de caráter colaborativo é uma oportunidade para materializar a transformação das relações familiares, buscando novas estruturas e atitudes, oferecendo oportunidades educativas, de convivência e de interações, através do Fazer criativo, inteligente e articulado entre a organização, a família e a criança.”
O trabalho é mediado pelo artista plástico André Costa

As datas dos encontros
Dia 16 de outubro – Guaíra
Dia 17 de outubro – Ipuã
Dia 18 de outubro – Orlândia
Dia 19 de outubro – Miguelópolis

leia mais
Mãos em Cena

IORM promove encontro com as famílias e dá a largada para o Projeto Mãos em Cena

As quatro cidades em que o Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM, desenvolve seus projetos, receberam, neste mês de agosto os encontros entre o Instituto e as famílias dos alunos assistidos.

As reuniões aconteceram no dia 04 de agosto, em Ipuã; dia 16 de agosto em Miguelópolis e Orlândia e no dia 23 de agosto em Guaíra, com o principal objetivo de prestar contas sobre os resultados do trabalho desenvolvido no primeiro semestre e apresentar os temas a serem trabalhados nas oficinas para os próximos meses, ressaltando a importância da família nesse processo de criação e construção coletiva.

No dia 16 de agosto, o Polo de Miguelópolis sediou o Encontro com as Famílias e a Psicóloga Mirian Miata que retratou o tema “Educação Sexual”. Ela falou sobre indicadores, sobre o excesso de informação e pouco conhecimento a cerca do tema. Destacou ainda a influência das diversas linguagem (música, filme, novela, televisão) no desenvolvimento precoce da sexualidade.

Pais, mães e familiares dos alunos assistidos pelo Projeto Usina da Dança em Miguelópolis participaram ativamente do encontro, demonstrando muito interesse pelo tema. Formularam diversas perguntas, principalmente relacionadas ao comportamento dos adolescentes e membros familiares sobre auto defesa para prevenir o abuso sexual; questões de gênero; gravidez na adolescência; a maturidade do adolescente.

Durante os encontros, a equipe diretiva e técnica do IORM reforçou algumas ações que já vem sendo desenvolvidas como: a Ação entre Amigos. Foi também a oportunidade para dar início à apresentação do Projeto Mãos em Cena 2017, que será desenvolvido em todos os polos de atuação do IORM.

Sobre o Projeto Mãos em Cena

O Projeto Mãos em Cena: este projeto visa à inclusão e a participação da família no processo de construção das atividades desenvolvidas junto com as crianças e adolescentes, na produção e execução da montagem dos cenários, adereços, e obras artísticas relacionadas ao espetáculo, envolvendo o tema trabalhado durante o ano.

“A construção coletiva, de caráter colaborativo será uma oportunidade para materializar a transformação das relações familiares, buscando novas estruturas e atitudes, oferecendo oportunidades educativas, de convivência e de interações, através do fazer criativo, inteligente e articulado entre a organização, a família e a criança.”, esclarece a coordenadora artística da Usina da Dança, Valeria Pazeto.

A agenda do projeto nas idades foi iniciada no mês de agosto em todas as cidades, sempre no final da tarde, permitindo a integração das pessoas que trabalho. Em Guaíra o trabalho foi iniciado no dia 28 de agosto. Miguelópolis recebeu a primeira reunião do Mãos em Cena no dia 29 de agosto, Orlândia no dia 30 de agosto e Ipuã, a 31 de agosto.

leia mais